Archive

Cuidados

Posts on Cuidados.

Como corto meu cabelo em casa

Olá meninas!!!!

Eu já corto meu cabelo em casa faz algum tempo, quando é para cortar pouco e aparar as pontas é comigo mesmo. Queria mudar um pouco e decidir cortar o cabelo, já que estou na correria com o apê novo, filha pequena e trabalho, não estou tendo tempo pra cuidar dos meus cabelos e cabelo loiro requer muito mais cuidados, então resolvi meter a tesouro nele.

Quando quero cabelo em camadas, coloco todo pra frente, amarro e torço o cabelo e corto, mas eu não queria assim, por que ele não enche meu cabelo, e cortando reto ele fica mais cheio, então dessa vez resolvi cortar reto e gravei para vocês de como corto meu cabelo em casa

como-corto-meu-cabelo-em-casa

 

Quer conferi como corto meu cabelo em casa, aperte o play.

assinatura-mirella

Posted by

Dicas de segurança: Casa segura para as crianças pequenas

Venho retratar um assunto muito importante para quando se tem crianças pequenas em casa, que é a segurança.

Quando a Duda começou a engatinhar, a casa toda foi reorganizada para que nada acontecesse, já que nessa fase a curiosidade por novas descobertas é enorme e com elas o perigo, os pequenos ainda não tem noção do perigo e querem desfrutar de tudo que vê pela frente, por isso temos que tomar algumas precauções para deixar a casa segura para as crianças. Eles precisam de espaço para poder se aventurar e é missão dos pais garantir que o ambiente onde serão desbravado seja um ambiente livre de riscos.

Vamos algumas dicas de segurança para prevenir os riscos de acidentes para seus pequenos aventureiros, foi dividido em quatro ambientes:

cuidados no banheiro

A cabeça da criança é mais pesada do que o corpo, por isso quando ainda pequenos, eles não conseguem se equilibrar direito. Nunca, em hipótese nenhuma deixar o bebê na banheira sozinha para pegar a toalha ou sabonete, fração de segundos tudo pode acontecer, encha a banheira o suficiente para cobrir as pernas do bebê e também deixar se debruçar no vaso, ele poderá não conseguir sair.

Dicas: Para evitar acidente compre lacres de privada é fácil de instalar e tapetes antiderrapantes para banheiras.

cuidados na sala

A sala apresenta o maior número de perigos, por haver diversos itens que podem causar acidentes. Certifique que todas as tomadas estão bem escondidas e presas para que a criança não tente puxar. Dê prioridades a cortinas pequenas, pois as maiores que vão até o chão, á grande chance da criança puxar e sem cordas que causam risco de estrangulamento. Coloque grades de segurança nas escadas e áreas que são muitos perigosas, e telas nas janelas e sacadas, principalmente em andares mais altos. Tire tudo que for pequeno e seu filho possa colocar na boca, pois lembre que o seu bebê nessa fase ele leva tudo a boca. Evite colocar cama próximo a janela, pois eles podem servir como degraus e evite toalhas longas, pois podem servir de apoio, ao puxar a toalha tudo que tiver por cima cairá em cima da criança, causando ferimentos graves.

Dicas: Colocar protetores nas tomadas e certificar que eles estão firmes,  e protetores também nas quinas de peças que sejam pontiagudas como mesas, estantes, centro de mesas.

cuidados na área de serviço

Evite levar ou mostrar o caminho para a criança dessa área, pois tudo em fração de segundo pode acontecer, vale sempre ressaltar que aqui mora o perigo. Evitar baldes no chão e com água, pois menor que seja a quantidade de liquido dentro dele, pode haver risco de afogamento. Produtos de limpeza podem ser confundido com sucos, por serem coloridos, jamais deixar ao alcance da criança, sempre mantenha no alto, dentro de armários trancados.

Dicas: Guardar balde no alto e sempre de cabeça para baixo.

cuidados na cozinha

Esse é outro ambiente que tem causados mais acidentes em crianças. Por isso evite de fazer comidas com eles por perto. Verifique que todos os itens estão em seu devido lugar e bem guardados, sacos plástico podem oferecer perigo, risco de morte por sufocamento. Todos utensílios ponte aguda guardados nas gavetas mais altas.

Dicas: Utilizar as bocas de trás do fogão com os cabos para dentro para não serem alcançados.

P.S: Os cuidados  fazem toda a diferença e evitam muitos acidentes. Uma dica é deixar sempre os telefones de emergência anotados e sempre visível para qualquer emergência AMU (192) e Corpo de Bombeiros (193).

assinatura Mirella

Posted by

Testado e Aprovado Kids: Hidrakids – Loção Infantil Hidratante

Já mencionei aqui no blog que a Duda tem Dermatite Atópica (quer saber mais sobre esse assunto clique aqui)  e os cuidados que temos que ter com a pele dela, pois a D. A vai e volta, as vezes vem fraquinha, outras vezes muito forte, é uma alergia que pode se ter por toda a vida ou vai sumindo aos poucos até não aparecer mais. A pediatra passou uma lista de hidratantes que vai de R$ 79,90 a R$ 198,00 reais, eu vou sempre testando um diferente para o corpo da Duda não acostumar com o hidratante, e tem uns que agem mais rápidos e outros que levam um tempinho.

O testado e aprovado kids de hoje é o Hidrakids – Loção Infantil Hidratante, ele tem o calmante na medida certa para o corpo do bebê/criança.

unnamed

Sobre o Produto

Hidrakids tem propriedades calmantes e suavizantes, que auxiliam a manutenção da hidratação da pele, protegendo-a contra ressecamentos. Hidrakids foi especialmente desenvolvido para a pele delicada de bebês e crianças, auxiliando a manutenção da hidratação da pele, protegendo-a contra ressecamentos.

Contém Alfa Bisabolol, ativo extraído da Camomila e responsável por sua expressiva ação calmante. Tem poder hidratante, graças ao Óleo de Girassol, rico em Ácidos Graxos Essenciais que formam uma película invisível sobre a pele da criança, ajudando a manter sua integridade. A Alantoína e o Extrato de Aloe Vera, muito conhecidos pelos médicos, complementam a fórmula da loção, reforçando sua ação revitaliza.

 

O que achei do produto

Atende todas as necessidades como descreve na bula, deixa a pele bem hidratada sem deixar gordurante, de secagem rápida e refrescante. Ela agi muito rápido, fazendo com que a pele da Duda volta ao estado normal rápido. Ele está sendo o queridinho dos hidratantes. Testado e Aprovado!!!

Valor do produto: R$ 79,90

Então o testado e aprovado kids de hoje é o Hidrakids – Loção Infantil Hidratante!!!

assinatura Mirella

Posted by

Pré Eclâmpsia: Causas, Sintomas e Tratamentos

Como eu,  acredito que muitas mulheres não sabem o que é Pré Eclampsia até acontecer com você, ai você se aprofunda no assunto, por que aconteceu com você,quais os riscos com você e seu bebê! Mesmo que o médico já te explicou, mas você necessita conhecer mais, por que não afeta só você, mas aquele serzinho que já é seu bem mais precioso, você quer protege-lo mesmo antes de vim ao mundo.

20130402_085051

Antes de falar como descobrir, vamos falar o que é Pré Eclâmpsia: Causas, Sintomas e Tratamentos, conceitos tiradas de alguns sites da internet como Dr. Drauzio, Baby Center e Minha Vida para um melhor embasamento sobre o assunto.

O que é pré-eclâmpsia

Pré-eclâmpsia é um distúrbio que afeta cerca de 5% das mulheres grávidas. Ela pode ser classificada como uma “disfunção dos vasos sanguíneos”, nas palavras do especialista Javier Miguelez. O diagnóstico da pré-eclâmpsia é difícil, mas os médicos estão cada vez mais atentos e as pesquisas vêm avançando. Os sinais mais conhecidos são o aumento de pressão arterial e a presença de proteína na urina após 20 semanas de gestação, mas a pré-eclâmpsia pode existir mesmo sem esses sinais.

O mais comum é que o problema apareça depois da 37 semana, mas, na realidade, pode acontecer em qualquer época da segunda metade da gravidez, incluindo durante o parto ou depois (geralmente nas primeiras 48 horas). A pré-eclâmpsia pode ter manifestações em vários órgãos da grávida, algumas bem graves, ou na placenta, causando a restrição do crescimento do bebê. A solução para o problema é fazer o bebê nascer. Por isso ela pode resultar em um nascimento prematuro. A pré-eclâmpsia pode progredir de maneira lenta ou rápida. Os casos rápidos são os mais graves e preocupantes. O nome pré-eclâmpsia foi dado uma vez que essa condição favorece a eclâmpsia, um tipo de convulsão que acontece na gravidez e pode ser fatal para a mãe e bebê.

A pré-eclâmpsia, provavelmente, será diagnosticada durante um exame pré-natal de rotina. Especialistas que podem diagnosticar uma pré-eclâmpsia são:

  • Clínico geral
  • Ginecologista e Obstetra.

 

Causas

A causa exata da pré-eclâmpsia é desconhecida. Especialistas acreditam que ela começa na placenta – o órgão que nutre o feto durante a gravidez. No início da gravidez, novos vasos sanguíneos se desenvolvem e evoluem para enviar eficientemente o sangue para a placenta. Em mulheres com pré-eclâmpsia, estes vasos sanguíneos não parecem desenvolver-se adequadamente. Eles são mais estreitos do que os vasos sanguíneos normais e reagem de forma diferente à sinalização hormonal, o que limita a quantidade de sangue que pode fluir através delas.

As causas deste desenvolvimento anormal podem incluir:

  • Fluxo sanguíneo insuficiente para o útero
  • Danos aos vasos sanguíneos
  • Um problema com o sistema imunológico
  • Certos genes
  • Outros distúrbios de pressão arterial elevada durante a gravidez.

A pré-eclâmpsia é classificada como uma das quatro doenças hipertensivas que podem ocorrer durante a gravidez. Os outros três são:

  • Hipertensão gestacional. Mulheres com hipertensão gestacional têm pressão arterial elevada, mas sem excesso de proteína na urina ou outros sinais de danos em órgãos. Algumas mulheres com hipertensão gestacional podem, eventualmente, desenvolver préeclâmpsia
  • Hipertensão crônica. A hipertensão crônica é a hipertensão arterial que estava presente antes da gravidez ou que ocorre antes de 20 semanas de gravidez. Como a pressão arterial elevada geralmente não tem sintomas, pode ser difícil determinar quando começou
  • Hipertensão crônica com pré-eclâmpsia superposta. Esta condição ocorre em mulheres que têm pressão arterial elevada crônica antes da gravidez e desenvolvem o agravamento dessa pressão com presença de proteína na urina.

 

Sintomas

Você pode não notar um aumento da pressão arterial durante a gravidez até que ela esteja perigosamente alta. Assim, é fundamental para todas as pessoas grávidas agendarem visitas regulares com obstetra e para acompanhar e identificar os sintomas de pré-eclâmpsia precocemente.

Entre os primeiros sintomas estão:

  • Rápido ganho de peso, de 2 a 5 quilos em uma única semana
  • Inchaço da face ou extremidades, especialmente as mãos e pés.

Se a pré-eclâmpsia progride, é possível observar outros sintomas, tais como:

  • Dor de cabeça
  • Alterações da visão (visão turva, visão dupla, vendo pontos de luz)
  • Dor abdominal, especialmente no canto superior direito, ou meio abdômen
  • Urinar com menos frequência
  • Falta de ar
  • Náuseas ou vômitos
  • Confusão
  • Convulsão

 

Tratamentos

Se há diagnóstico de pré-eclâmpsia, o médico irá informar quantas vezes você precisa fazer consultas pré-natais – provavelmente com mais frequência do que o normalmente recomendado para a gravidez. Você também vai precisar de exames de sangue mais frequentes, ultrassonografias e monitoramento da frequência cardíaca mais vezes.

Mudanças de estilo de vida

Toda gestante hipertensa ou com alto risco de hipertensão deve inicialmente fazer mudanças em seu estilo de vida, como ingerir pouco sódio, manter o peso, dormir adequadamente e fazer caminhada regularmente. Se, mesmo com a adoção desses hábitos, a pressão persistir alta, deve-se fazer uso de medicamentos. O repouso absoluto pode ser recomendado, com a gestante deitada sobre o lado esquerdo do corpo tempo todo ou a maior parte do tempo.

Medicamentos

Para pré-eclâmpsia, o tratamento pode incluir:

  • Medicamentos para baixar a pressão arterial seguros para a gravidez
  • Corticosteroides para casos graves ou associados a complicações hepáticas ou de plaquetas
  • Medicamentos anticonvulsivantes para casos graves.

Hospitalização

Pré-eclâmpsia grave pode exigir hospitalização. No hospital, seu bebê será monitorado e o volume de líquido amniótico medido frequentemente. A falta de líquido amniótico é um sinal de que o fornecimento de sangue para o bebê está deficiente.

Parto

Se o diagnostico da pré-eclâmpsia ocorre perto do fim da sua gravidez, pode ser recomendada uma indução do trabalho de parto. As condições do colo uterino – se está começando a abrir (dilatar), afinar e suavizar (amadurecer) – também podem ser um fator para determinar se ou quando o trabalho será induzido.

Em casos graves, pode não ser possível considerar a idade gestacional do seu bebê ou as condições do seu colo do útero. Se não for possível esperar, o médico pode induzir o parto ou agendar uma cesárea. Durante o parto, você pode receber sulfato de magnésio por via intravenosa para prevenir convulsões.

Após o parto

Após o parto, deve-se esperar a pressão arterial voltar ao normal dentro de 12 semanas, mas geralmente isso ocorre muito mais cedo. Se a paciente precisar de medicação para aliviar a dor após a sua entrega, confira com o médico o que pode ser ou não ingerido. A pré-eclâmpsia pode exigir que você fique mais tempo no hospital depois de dar à luz. A doença geralmente não aumenta o risco de pressão alta no futuro.

 

Como descobrir que estava com pré-eclampsia .

Em um dia de consulta com o obstetra, eu estava muito feliz e ao mesmo tempo passando por um momento muito delicado em minha vida, minha sogra estava na UTI entre a vida e a morte (mas graças a Deus ela está viva e bem, sem nenhum sequela), eu estava ansiosa para o GO passar a ultrassom para poder ouvir os batimentos da minha pequena e vê-la. Como de rotina o obstetra pesa e medi a pressão, percebi logo que ele ficou meu aflito quando mediu a minha pressão, e quando conversamos ele novamente mediu e ia anotando no papel, isso não havia acontecido antes, depois deitei na maca e ele veio ver os batimentos da Duda, quando retornei para a sala, ele novamente mediu a pressão, e veio com “você veio com alguém ?”, nessa hora passou tantas coisas na minha cabeça em fração de segundos e minha maior preocupação naquela hora, era a minha princesinha. Como sempre saia do trabalho e ia para as consultas sozinha, (só nas primeiras consultas que fui acompanhada), informei que não, e logo perquntei porque?? Ele disse que ia pedir uma ultrassom de emergência, por que minha pressão estava muito alto e meus pés estavam muito inchado. Ali mesmo no hospital aguardava para fazer minha ultrassom, comecei a ficar aflita por que o médico não quiz me dizer o que era antes de ter certeza. Fiz a ultrassom e ouvir da médica “tudo bem com sua princesinha viu mamãe“, ai que alivio, pois pensava só o pior, na hora me sentir leve, mesmo com o barrigão.

Fui levar a ultra pro Go e ele analisou e disse “mamãe, sua bebê está bem, mas você está com pré-eclâmpsia, sua pressão está muito elevada, muito inchaço nos membros inferiores (pés e pernas) e ganho de peso muito rápido, desde a ultima consulta. Vamos tratar para não virar uma eclâmpsia e pediu que de 3h a 3h medisse a pressão e ligasse pra ele para falar, ele falou com muita tranquilidade sobre o assunto, não sei se por que estava sozinha e ele não queria me deixar preocupada, ou por que ele estava confiante que passaríamos por isso muito bem, sem danos maiores para nenhuma das duas.

Descobrir a pré-eclâmpsia com 37 semanas caminhando para 38 semanas. Desde a descoberta até o dia do nascimento da minha princesinha, foram de medição de pressão em 3h e 3h, nada de sal, alimentação balanceada, muito repouso, meu parto foi antecipado para segurança minha e da minha filha. No dia do parto fiquei com muito medo de algo acontecer, pois li muito sobre o assunto, que alguns casos me assustaram, desde a minha ida para o hospital, até depois do parto foram monitorado rigorosamente. Mas graças a Deus nada aconteceu com nós duas, e com acompanhamento pré natal, foi descoberto a pré-eclâmpsia e todos cuidados necessários foram feitos.

Por isso a importância do pré natal para ambas “mamãe e filho”, se você não tiver plano de saúde, faça pelo SUS, pois as consulta ao GO, muitas doenças, problemas são descobertas a tempos e a chance de salvar você e seu bebê é maior ainda.

cats

Posted by

O que é Dermatite Atópica?

dermatites

No post de hoje vou falar de um assunto de interesse para muitas mamães que passam por isso, mas não sabe o que é, quais os sintomas, o que causa. Eles vem e vão, aparecem muito nas dobrinhas, nas pálpebras, orelhas, cotovelos e etc.. Com o tempo começa a coçar e irritar os nossos bebês.

A Maria Eduarda tem desde bebezinha, mas só quando ela tinha 01 ano e alguns meses vim saber realmente o que é, qual a causa e sintomas. Sempre quando perguntava a pediatra, ela dizia que era por que a Duda era gordinha ou era cheias de dobrinhas ou por causa do calor, mas nunca passou exame, ou mandou procurar uma dermatologista para ver o que era. Por isso mamãe qualquer coisa que aparece no seu filho, e a pediatra não falar nada, procure outro, mas não deixe passar como não fosse nada, ou como uma simples coisa, porque as vezes pode ser o início de algo grave e quando cuidamos logo a chance de cura é melhor. Nesse caso da Duda, graças a Deus não é nada grave, mas poderia ter cuidado desde o principio… Fica esse alerta para todas as mamães…

COMO DESCOBRIR A D. A. NA DUDA:

Fui parar na emergência com a Duda, pois essas manchinhas vermelhas pelo corpo da Duda (que antes era só nas dobrinhas) vieram para o rosto, pálpebras e orelhas o que me assustou muito. Ela foi medicada e mandaram procurar uma dermatologista e pediram para suspender todos os produtos que usava nela como shampoo, perfumes, sabonetes, talco, hidratante e etc. Isso já me assustou muito, mil coisas passou pela minha cabeça.

Levei para a consulta com a dermatologista, que a diagnosticou com DERMATITE ATÓPICA, que explicarei melhor abaixo com pesquisas que fiz no Google e sobre o que a dermatologista informou.

DERMATITE ATÓPICA:

Tem início precoce, aparecendo geralmente no primeiro ano de vida. o prognostico é favorável na maioria dos casos, sendo que aproximadamente 60% das crianças apresentam diminuição ou desaparecimento completo das lesões antes da puberdade.

O QUE É DERMATITE ATÓPICA?

É uma doença crônica que causa inflamação da pele, levando ao aparecimento de lesões e coceira. Ela afeta geralmente indivíduos com história pessoal ou familiar de asma, rinite alérgica ou dermatite atópica. Essas três doenças são conhecidas como: TRÍADE ATÓPICA.

A CAUSA:

 A causa exata da D. A. é desconhecida, no entanto, sabe-se que ela não é uma doença contagiosa, e sim uma doença de origem hereditária.Uma criança que tem um dos pais com uma condição atópica (asma, rinite, alérgica ou Dermatite Atópica) tem aproximadamente 25% de chance de também apresentar alguma forma de doença atópica. 

CARACTERÍSTICAS:

 Na infância (0 a 2 anos), as lesões de pele são mais avermelhadas, e localizam-se na face e superfícies extensoras dos membros, nas dobras do cotovelo e atrás do joelho.

A pele seca é uma característica muito presente e representa um dos fatores que mais contribuem para a piora da D. A.

MEDIDAS GERAIS:

  • Evitar tudo que possa causar ressecamento na pele como: banhos muito quentes e demorados, uso excessivo de sabonetes e esponjas de banho.
  • Aplicar hidratante (apropriado para a D. A) logo após sair do banho (preferencialmente até 3 minutos após o término do banho). Reaplicar o hidratante pelo menos mais uma vez ao dia.
  • Evitar o uso de roupas de lã ou fibras sintéticas.
  • Evitar ambientes com poeira e tabagismo.
  • Os pais devem aprender a controlar a ansiedade, pois é muito comum a criança com DA ter o prurido “coceira” intensificado quando percebe essa ansiedade.

TRATAMENTO:

 Existem diversos medicamentos que ajudam no controle da D. A. As pomadas ou cremes de cortisona são muito eficaz no controle. No entanto, devem ser indicadas e usadas corretamente para se evitar efeitos colaterais a longo prazo.

No caso da Duda graças a Deus é simples, mas tem que manter o cuidado com a pele, passando muito hidratante no corpo, não esses hidrantes comuns, mas sim especifico para o tratamento da DERMATITE ATÓPICA.

A dermatologista Informou que se a bebê tomar mais de um banho por dia, não precisa que todos eles “banhos” tem que usar o sabonete no corpo todo, somente nas partes intimas, axilas, rosto e pescoço. Não precisa esfregar o sabonete, os banhos tem que ser de morno a frio, e não podem ser demorados.

Eles vão desaparecer com o tempo, mas enquanto isso, eles vão e vem… Trazendo aqueles vermelhidão para o corpo e até mesmo um pouco de coceira no local.

O hidratantes que estou usando na Duda é o Hydraporin, de 200 gramas, custou R$ 79,80. E a pomada Hidrocortisona quando aparecer as lesões avermelhadas na pele passo, mas antes passar o hidratante no corpo todo, e a pomada somente em cima das lesões, custou R$ 11,23

1019850 download

 

 

 

 

 

 

 

Desde que foi diagnosticada com a DERMATITE ATÓPICA uso todos os dias o hidratante na Duda (e repito a cada banho), a pomada só quando aparece o vermelhidão (só passo nela e depois do hidratante). A Maria Eduarda tem uma vida normal como qualquer outra criança, o que diferencie é que os produtos são específicos. Mas toda criança usa hidratante no corpo e pomadas nas assaduras.

Posted by